Laboratório de Análise e Prevenção da Violência (LAPREV)

Implantado em 2000, o LAPREV, vinculado à Linha de Pesquisa Comportamento social e processos cognitivos, pretende ser um núcleo gerador de pesquisas que contribuam para uma melhor compreensão do fenômeno da violência em geral, e em específico da violência doméstica, e que forneçam subsídios para projetos de intervenção com vítimas de violência e/ou agressores e para projetos preventivos na área de violência intra-familiar.

As atividades do LAPREV estão associadas (mas não se restringem) ao Programa de Intervenção a Vítimas de Violência Doméstica em andamento, desde 1998, na Delegacia de Defesa da Mulher de São Carlos, estendendo-se, posteriormente, para o Conselho Tutelar de São Carlos, para a Casa-Abrigo Gravelina Terezinha Mendes e para o Albergue Infantil de São Carlos.

Os objetivos dos estudos são avaliar o impacto que a violência produz no desenvolvimento infantil, gerando metodologia específica e técnicas para prevenir eventuais desdobramentos prejudiciais; analisar e prevenir abusos físicos, sexuais e psicológicos de mulheres e crianças e, em específico, do indivíduo portador de deficiência e atuar com pais e familiares portadores de atraso global no desenvolvimento, de forma a minimizar o risco de negligência e/ou maus tratos em seus filhos. As atividades de pesquisa, envolvendo bolsistas e estagiários, têm sido divulgadas em congressos científicos e publicações em periódicos e capítulos de livros.

Atualmente o LAPREV encontra-se instalado em uma área de 80 m². O laboratório dá suporte para as pesquisas de campo e conta com equipamentos adquiridos com recursos da FAPESP e do CNPq, entre os quais, quatro microcomputadores e acessórios, três impressoras e um notebook.

Outras informações da seção Laboratórios: